Madame Adelaide tem quatro gatos que ela ama com ternura:

a bela Duquesa e seus gatinhos Maria, Berlioz e Toulouse.

 

Gatinhos são charmosos, mas . . .  muito brincalhões.

Os gatinhos, são lindos, mas . . .  muito barulhentos!

 

 

 

 

 

É tamanha a confusão, que um dia, Edgar, o mordomo, perde a paciência.

 Que horror!

 

 

Ele despeja no leite umas pílulas que fazem dormir!

 

 

Assim que Duquesa e seus gatinhos adormeceram, ele os carregou no seu cesto, caminhando na ponta dos pés.

 

Aonde iria ele assim?

 

Longe, muito longe de Paris!

 

Tão longe que jamais Duquesa e seus filhotes poderiam voltar.

Será que estavam perdidos?

Não.

 

Na manhã seguinte aparece Matinhos,

um orgulhoso gato ruivo, que tem uma boa idéia.

"Sigam-me, disse ele.

 

Eu levarei vocês de volta a Paris"

Que bela idéia!

E que gostoso café da manhã no caminhão que está na estrada!

 

Quando a noite cai, eles avistam Paris com seus telhados acinzentados.

 

 

 

Mas ali estão também uma bela gata branca e um soberbo gato ruivo que . . .

decidem não mais se separar e se casar!

 

 

 

É uma bela notícia que três gatinhos charmosos, mas muito brincalhões,

 

 

 

correm para anunciar a sua dona logo ao amanhecer.