aguarde... carregar o som!

 

 

 

No meio de uma floresta, há muitos anos, havia dois bondosos irmãozinhos. O Joãozinho e a Maria.

 

  

 

 

Viviam numa cabana e apesar de pobrezinhos, eles eram muito amigos de todos os passarinhos.

 

 

  

 

Os dois irmãozinhos, ouvem a mãe lhes chamarem:

- João! - Maria!

- Vocês tem que levar o almoço do papai!

 

 

Desse modo, os dois garotos, saíram pelo caminho, sempre seguidos de perto, pelo amigo passarinho. No entanto, por precaução, eles soltavam pedrinhas, uma a uma pelo chão.

 

 

 

Enquanto isso, mais ao longe, o lenhador já cansado, derrubava um pinheiral a golpes do seu machado.

 

 

 

Porém, os dois irmãozinhos, mas o que lhes deu na veneta! Se afastaram das pedrinhas, atrás de uma borboleta.

 

 

 

Mas, isso fez com que os dois irmãozinhos, se afastassem do caminho.Maria apavorada, sentou-se e começou a chorar.

Mas Joãozinho, quis continuar o caminho. Quando de repente, avistaram uma casinha.

 

 

Desse modo, os dois irmãos, prosseguiram no caminho. Sempre seguidos de perto, pelo amigo passarinho.

 

 

Quando chegaram perto, vejam amiguinhos, a casa era feita de doces!Mas enquanto os dois irmãos, comiam com precaução, surgiu uma bruxa horrenda, com uma vassoura na mão.

 

 

 

E a bruxa os convidou para entrar e comerem o que quisessem, sem destruir o telhado e a casa inteira!

 

 

 

Entretanto o passarinho, cheio de susto e horror, voou celere à floresta, para avisar o lenhador.

 

 

 

 

E quando este já cansado e chegava preocupado.

 

 

 

 

Desse modo, os pais ansiosos, seguiram pelo caminho, guiado sempre de perto, pelo amigo passarinho.

 

 

 

 

 

Toda via, na cabana, a bruxa feia e gabola, puxava por Joãozinho pra metê-lo na gaiola

 

 

Porém, Maria era esperta! Vejam só a idéia dela!

Tira a vassoura da velha e sai correndo com ela.

A bruxa de tão danada, rolou que nem uma bola.

 

 

 

E Joãozinho, aproveitando, empurrou-a pra gaiola.

 

 

 

Mas a bruxa era terrível! E assim, com todo cuidado, passou a mão e alcançou, a vassoura pelo cabo. E a coisa foi engraçada, pois vejam só, nesta hora, puxava a velha por dentro e os garotos por fora.

E enquanto a velha gritava, a dupla de irmãos cantava.

 

E a velha acabou largando e os dois, que trambolhão. Porém, sem perda de tempo, correram para o fogão. E assim em poucos instantes, as chamas já tremelicavam e enquanto ardia a vassoura, os irmãozinhos cantavam.

 

 

Depois só restaram cinzas, a vassoura foi queimada.

 

 

Porém, nesse mesmo instante, eis quem surge pela estrada, trazidos pelo amigo passarinho!

Que alegria, eram seus pais!

 

 

 

 

Por fim, soltaram a velha da gaiolinha, coitada!

E a bruxa, saiu de lá, totalmente transformada!

 

 

Em agradecimento, ela que era uma bondosa mulher, vítima de um bruxo malvado, deu as terras para o velho lenhador, que se tornou daquele dia em diante, um feliz agricultor.

E aqui termina a história de Joãozinho e Maria.

 adaptação da tradição oral, que foi coletado pelos irmãos Grimm