Certo dia, o menino Christopher resolveu fugir de sua mãe só para não ter que comer legumes. E se escondeu embaixo da mesa. mas ela o encontrou.

- Ah, mãe . . . cenoura é tão . . . blargh!

 

- Pode ser, mas faz bem pra saúde. Nós fizemos um trato, lembra?

Termine de comer a cenoura e depois pode ir para o cinema ver o filme de terror que você tanto quer.

O trato foi cumprido e Christopher foi para o cinema levando Tigrão, Pooh e Leitão com ele.

Na porta do cinema, Leitão ficou apavorado ao ver o cartaz do filme: "Birdzilla"!

 

- Calma Leitão! Não precisa ter medo! É só um filme - disse Pooh.

Tigrão não via a hora do filme começar.

Christopher foi comprar pipocas.

Enquanto isso, o medroso Leitão acabou trombando num dos cartazes do filme, que caiu encima dele, e criando a maior confusão.

Quando o filme começou, Leitão tampou os olhos.

 

Pooh só queria saber de comer e Tigrão não se conformava: queria ver monstros realmente assustadores.

 

 

De repente, uma aranha enorme apareceu numa das cenas.

Leitão achou que fosse real e preferiu se esconder embaixo das cadeiras.

Ele pisou num chiclete, que estava no chão,

e foi grudando em todos os lugares por onde passava, formando uma verdadeira teia.

Na saída, Christopher disse aos amigos que ia fazer um filme de terror também.

- Christopher, posso fazer o papel de um bichinho medroso? - quis saber Leitão.

- Você tem certeza de que os heróis sempre usam um lenço branco? - perguntou Pooh ao ganhar um lenço do garoto.

- Seu papel vai ser muito importante. Você vai ser perseguido pelo monstro - completou o garoto.

Quando o "monstro" Tigrão apareceu, vestido de cenoura gigante, o Coelho, que cuidava tranqüilamente da sua horta, fugiu apavorado.

Ele não acreditou no Tigrão. Nem os outros amigos.

Enquanto o garoto filmava, o Coelho chegou apavorado, contando a história da cenoura gigante para ele. Ninguém ouvia ele dizer que era apenas uma fantasia.

Tigrão não conseguia provar que era ele. E acabou deixando a turma toda com medo.

Apesar disso, só quem teve pena do amigo fantasiado foi o medroso Leitão.

 

Os amigos do Tigrão, na tentativa de salvá-lo, acabaram descobrindo que a cenoura gigante era uma fantasia.

Leitão acabou se sentindo culpado por ser tão medroso. Pooh foi visitar o amigo e levou seu lenço de herói de presente para ele.

Quando voltava para casa, Pooh foi atingido pela fantasia, que estava presa numa árvore, e começou a gritar por socorro. Mesmo com medo, Leitão sentiu que precisava fazer alguma coisa. Pegou o lenço de herói e correu para salvar o amigo.

- Leitão, você me salvou! Você é um verdadeiro herói! - gritou Pooh. Depois, todos comemoram o ato de bravura do Leitão assistindo ao filme do menino Christopher.