"Escutem! Escutem a história de Robin Hood.

Ele defende as pessoas pobres e os infelizes, de um príncipe malvado que sempre tira seu dinheiro."

 

 

"Silêncio diz Robin Hood a seu amigo João pequeno.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

O que você está escutando?

 

 

É o som de um tambor."

 

 

 

Aproxima-se uma grande carruagem puxada por elefantes.

 

 

 

 

O que tem atrás de suas cortinas fechadas?

"Seguramente, um homem importante!"diz João Pequeno.

"Só pode ser o Príncipe!"responde Robin Hood.

No interior da carruagem,

o Príncipe está brincando diante de seu amigo Sir Chio.

Ele brinca com suas moedas de ouro.

"Vamos nos disfarçar de ciganos?" diz Robin para João Pequeno.

 

 

O Príncipe viu os ciganos e fez sua carruagem parar.

"Você, pequena, encoberta com um lenço de bolinhas, venha prever o meu futuro".

 

 

 

Robin está dentro da carruagem. . . e João Pequeno está embaixo do cofre. Ele o abre e o esvazia.

 João Pequeno escondeu o ouro dentro de seu colete. Ele corre. Hop! Hop! Hop! Tão rápido, que Robin Hood, encoberto com o lenço de bolinhas, salta da carruagem.

"Ladrões! Ladrões! Socorro!

Eles me roubaram! grita o Príncipe. 

Vamos pegá-los!

Vamos recuperar o roubo!

Meu ouro! Eles carregam meu tesouro! Roubaram todo meu tesouro!"

 

 

"Meu ouro! Meu ouro! Onde está meu ouro?"

Eis o príncipe deitado no barro, enlameado,

 sujo e triste!

 

 

 

 

 

 

 

 

"Trala-lá, você caiu por terra! Bem feito para você! Viva Robin e João Pequeno! exclamam as pessoas. Eles vêm nos entregar o dinheiro."

 

 

Cantemos!

Dancemos!

 

 

Que todos estejam contentes!

Agora é festa!